29 de out de 2013

Diâmetros


Ser fino com quem é grosso
pode ser um colosso.

Enquanto o grosso engrossa a voz,
o fino afina as palavras.
Enquanto o grosso passa por cima,
o fino de fininho sai.

Quem cultiva a grosseria diária
colhe uma safra de ódio.
Quem dá aos outros patadas,
pode pisar em espinhos.

O fino só se engrossa
para dar espessura aos argumentos.
O grosso só se afina
quando já não sabe o que responder.

O grosso logo se enche de raiva.
O fino aponta sua posição.
É um espeto no balão.
É uma injeção na nádega.
É um litro d’água no mingau.

A vida depende do diâmetro,
do raio, do pi, do pi-erre ao quadrado.
Mas depende também
de como você é e de como é tratado.



26 de set de 2013

Evidências


Se fico tímido, mudo de cor.
Quando perco a timidez, sinto calor.
Em seus braços, quente, derretido, fundido, ebulido.

Somos reagentes da combustão do desejo.



19 de nov de 2012

Pelo MSN

Em conversa virtual
papo vai, papo vem.
É tão gostoso escrever,
pq papo bom é prazer.

E mesmo sem te ver,
meus olhos brilham.
Ai, ai... já sei no vai dar...
É melhor eu parar
senão vou poetizar.


21 de set de 2012

Calor humano


Faz frio,
e eu longe do seu abraço.
Ainda bem que tenho lembranças quentes
e um coração aquecido de amor.



12 de ago de 2012

Amanda amava


Vivia por amor.
Morria de amor.
Era amor que não cabia em si.
Era amor para amados e afins.

Os amados com seus amores derramados.
Pobres amados, desamparados.
Os amantes, ah, esses eram diamantes.
E que amantes! Tão marcantes.

Era seu jeito de amar.
Amanda amava.
E como amava.

10 de ago de 2012

Corre o tempo

Estou exausto. Semana corrida. Passou minuto a minuto. Mas passou.

A areia da ampulheta parece estar mais fina, desce mais rápido.
Podia até ter uma pedrinha escondida nessa areia.
Podia o tempo dar uma paradinha agora mesmo.
Só para eu também parar um pouquinho.
Só para eu congelar todo esse cansaço.

Mas é muita areia, é muito peso sobre a pedra.
Acabo me lembrando que pedra quebra.
Tempo é que é inquebrável.

5 de ago de 2012

Ela

Se interessou por gatinhos. Encontrou leões.
Descobriu que era bom ser comida.

Se jogou às minhocas. Encontrou serpentes.
Era bom ser picada.

Se atirou aos peixes. Encontrou tubarões.
Era bom ser devorada.

Se jogou aos homens. Encontrou gorilas.
Era bom ser mulher.
Era bom ser.
Era bom!
Era...
Ela!

16 de jul de 2012

Beijo

Beijar é se comunicar com o outro.
É misturar sensações.
É dizer tudo no mais profundo silêncio.



29 de mar de 2012

Olhos fechados

Quero apenas te ver.                     
Ver e velejar em teu corpo.           
Juntos, como mar e sol no poente.



16 de mar de 2012

Sem sal e com zero açúcar


Não me refiro a dietas,
Nem ao corpo atlético.
Não cura o hipertenso,
Nem alivia o diabético.

É mais que paladar,
Bem mais que modelar.
São os sabores da vida
Que quero questionar.

Cadê o doce carinho?
E o romance ardente?
Por que o humor ácido
Força tanto a mente?

Tomo minha coca zero;
Uso shampoo sem sal.
Mas a pura verdade
É que dissabor faz mal.


2 de mar de 2012

Cansaço

Andei, sentei, deitei na trilha.
Sou pedra, obstáculo, suicida.
Sou um caminho de formigas.